| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do CAPOEIRA
Desde: 28/10/2004      Publicadas: 1050      Atualização: 18/06/2006

Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS


 CAPOEIRA VIRTUAL
  07/12/2004
  0 comentário(s)


CV-3º CD de Mestre Jerônimo: Buxada de BuLxiti. De tudo um pouco...
Fabinho & Crítica ao CD "Buxada de BulXiti"
CV-3º CD de Mestre Jerônimo: Buxada de BuLxiti. De tudo um pouco... Nova pagina 1

Jerônimo de novo. Esta figurinha insiste em subverter a ordem e bate o pé em anacronicamente sambar na "beira do mar em Bondi" asteando a bandeira do Quilombo sem fronteiras australiano.

            "Buxada de Bulxiti" é outro CD, o terceiro de JC, que não pode faltar em nenhuma Cdteca. Polêmico em dezenas de formas ele comete pecados nos fundamentos da capoeira e ao mesmo tempo faz um manifesto moderno mundial. Ele insere no CD o cântico da Karina (gringa) cantando em português com a mesma naturalidade que coloca "Moço Limpo" cantando ladainha em inglês. "Eu sou malandro, mandingueiro from Bondi". O CD nos oferece diversos depoimentos de alunos no "mundo gira, gira mundo": italiano, francês, inglês, português...E por aí vai a torre de babel iconoclasta do JC.

            A produção do CD é esmerada e a própria capa dá esta idéia de gira mundo com a bandeira do Brasil. Se por um lado esta obra de JC tem tudo a ver com se trabalho na Austrália o que ele contribui para a capoeira? Na verdade, a pergunta está mal colocada. Jerônimo trás uma polêmica de ser o primeiro CD com cantigas de capoeira em outro idioma. Absurdo?  Não, no sentido "World Music" que caracteriza o trabalho do mestre, mas em termos de fundamentos da roda , são outros 500. Quem tem trabalho no exterior passa por uma série de situações inusitadas e os testemunhos são muitos.

            Interessante a "geléia geral" que Mestre Jerônimo faz. Consegue mandar recado, fazer uma inteligente e ácida crítica à invasão do Iraque e as "presepadas" de Bush/Blair/Johni e invocando sempre a questão da consciência cidadã. Na verdade ele faz uma "ópera-embolada" que mistura rock, baião, reggae, xaxado, ritmos de capoeira, etc...  Inventa a tal da história de "Tradução virar tradição", o que, convenhamos, chamadas à parte, é uma bobagem.  E "Iê, viva a Austrália camará". "Zum, zim, zum, never mind". Tudo de bom.

            Quando critica Lula, presidente do Brasil, tem a sutileza de lembrar, na execução e condução da cantiga, a composição do atual ministro da Cultura, Gilberto Gil, com sua música "Parabolicamará". Estas "sacadas" de Jerônimo mantém a figura mais polêmica da internet no topo dos "disse-me-disse" da capoeira na WEB. Não é demais lembrar que além de mestre de capoeira, JC é músico profissional com formação clássica. Mas, devaneios à parte, seu discurso está longe de ser "bullshit". Só resta lembrar que a capoeira é um caminho e quem trilha este caminho deve seguir o rumo respeitando "as placas". É uma trilha, não um trilho. O mestre que trabalha no exterior não só é um embaixador brasileiro como também se qualifica com mais e melhor responsável pelo legado negro, afrodescendente da capoeira. Todo cuidado é pouco.


 


E-mails, críticas , sugestões e envio de material: capoeirafabinho@terra.com.br

 
Edições anteriores: www.capoeirafabinho.cjb.net


  Mais notícias da seção No.13 no caderno CAPOEIRA VIRTUAL
07/12/2004 - No.13 - CV-Em que canto ficou o fundamento
Uma crítica por Fabinho, Porto Alegre...
07/12/2004 - No.13 - CV-Entrevista com Mestres Bigodinho e Boca Rica
Entrevista realizada com exclusividade pelo Capoeira Virtual, em 09 de maio de 2003. Material está arquivado no acervo do Grupo Pesquisa e Fundamento ...
07/12/2004 - No.13 - CV-Mestre Rosa Baderneiro? Ou apedrejamento internético?
Entrevista com Mestre Rosa, 28 de Novembro de 2004 (Rio de Janeiro)...
07/12/2004 - No.13 - CV-Editorial 13
Confira o editorial do Capoeira Virtual editado pelo Contramestre Fabinho, Porto Alegre...



Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS