| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do CAPOEIRA
Desde: 28/10/2004      Publicadas: 1050      Atualização: 18/06/2006

Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS


 CAPOEIRA VIRTUAL

  07/12/2004
  0 comentário(s)


CV-Mestre Rosa Baderneiro? Ou apedrejamento internético?

Entrevista com Mestre Rosa, 28 de Novembro de 2004 (Rio de Janeiro)

CV-Mestre Rosa Baderneiro? Ou apedrejamento internético? Nova pagina 1

A internet está recheada de apedrejamentos, mentiras, más interpretações e até coisas boas, como os textos do Miltinho, do Muleka, do Falcão, do Decânio e por aí afora.

            Não faz muito tempo houve um apedrejamento ao Mestre Rosa, sobre um incidente em um torneio. Todo mundo falou o que quis. Eu fui perguntar pro Rosa o que ele tinha a dizer. Confira aí e tire as conclusões (ou não!).

 

Mensagem enviada para a lista Capovale, por Mestre JC em:17 de novembro de 2004

 

From: Luiz Márcio Heliodoro
Subject: destaque: Me. Rosa e equipe QUEBRA TUDO em torneio estadual
 


Iê, camaradas!
Desde os Regionais de 2002, venho dizendo q este
Rosa(me recuso à chamá-lo de mestre) vem aprontando,
pois neste ano(2002) foi na cidade dele ,ou seja Mogi,
e ele foi desclassificado por violência. E é notório
os fatos de selvageria e porradaria entre integrantes
de seu grupo e de outros em Mogi das Cruzes.
Mas o mais estarrecedor foi como aconteceu o
"quebra-tudo" em Caraguá semana passada!!!
Bom, o Rosa e sua linda esposa Claúdia, começaram à
quebrar cadeiras e mesas durante a competição de
Angola feminina, onde então sua "equipe" desceu das
arquibancadas e começou o quebra-quebra...
Mas a atitude mais sábia deste Rosa, q de mestre não
tem nada...foi dar uma ridícula chapa giratória em um
organizador de delegação(só não sei de que cidade),
que estava atrás dele pedindo para parar...Diga-se de
passagem q este organizador, era um senhor, não era
nem esportista e sim advogado, ou seja mesmo sendo uma
chapa ridícula, levou o homem ao chão...
Outra barbárie: vários integrantes do Grupo Baraúna,
surraram um "voluntário" da cidade q estava
trabalhando na quadra como faxineiro, ele se revoltou
e pediu para eles pararem tb, qdo foi derrubado e
chutado por vários selvagens.
Olha só: a revolta foi total, imaginem vcs uma quadra
lotada de capoeiristas da maior qualidade assistirem
uma prova de barbárie dessas...com certeza a vontsde
de todos era de dar umas boas porradas nestes seres
primitivos, mas como disse, o q tinha na quadra eram
capoeiristas, q não foram lá para serem testemunhas do
q um qualquer pode fazer para derrubar o nome da
capoeira.
Espero q esta Confederação seja atuante e tenha pelo
menos tenha o bom senso de excluir estes selvagens de
qualquer competição e evento, pois a capoeira não
merece isso.Vamos por um ponto final nestes "atletas"
anabolizados q acham q são os detentores da melhor
capoeira...
Esta nossa arte não dá espaço para "melhores", sempre
vai haver um q vai te passar a rasteira, cabe à nós
sabermos cair e levantar...assim como é a vida...
Como sempre jogo, meu nome é Luiz Márcio, sou
contra-mestre do Grupo Cordão de Ouro de Lorena,
cidade medalha de Ouro , na categoria masculina leve,
sem dar um tombo, sem ser desleal, e principalmente
respeitando o adversário!!
Abraços à todos!


 

Entrevista exclusiva com Mestre Rosa, 28 de novembro de 2004 (RJ).

 

Capoeira Virtual - Houve um incidente em um campeonato e foi tamborilado na internet, disseram que o grupo Baraúna quebrou tudo, que os atletas do Grupo Baraúna bateram em pessoas de idade, quer dizer, foi um escândalo. Só que eu não vi nenhuma retratação por parte do Baraúna na internet e me parece até que não haveria de ser retratado. Então eu acho que é importante ter esse espaço de dar a versão do Mestre Rosa, do Grupo Baraúna. O que aconteceu na verdade, porque as pessoas viram daquela forma. Como é que foi?

 

Mestre Rosa " Fabinho foi o seguinte: Fomos representar oito cidades lá na região nos jogos regionais. E aí o regulamento era bem claro: você tinha que usar o nome da cidade que você estava representando e o espaço das costas era livre para qualquer tipo de patrocínio mas, como eu não trabalho com patrocínios eu deixei as costas livre. Mas eu coloquei a palavra capoeira, porque todos os jogos regionais a gente coloca o nome da cidade estampado no peito e a palavra capoeira que é a modalidade que a gente pratica. Chegando lá nos jogos regionais o Tim, Presidente da Federação, disse que a palavra capoeira não podia constar na camiseta. Só que no regulamento não dizia que não podia. Então se não constava, podia. Porque a modalidade é capoeira. E os jogos anteriores eu participei com a palavra capoeira como todas as cidades participaram então, normal. Aí fomos e chegando lá, ele disse que não poderia usar a palavra capoeira. Nós fizemos de toda maneira passamos spray branquinho e tentamos tirar o nome capoeira. Aí, na hora da competição ele falou que ficou feio a camiseta então na realidade era um desfile de moda. Não eram os jogos abertos, não tinha nada a ver com a capoeira. Negociamos, negociamos, só que eu tinha oito cidades na quadra, aí tentamos negociar e fora as oito cidades que eu estava participando tinham outras cidades que não eram Baraúna, como Ubatuba, tinham outras regiões que não participavam como Baraúna. Aí na hora lá, negociamos, fizemos uma votação chamamos os Mestres presentes e colocamos em pauta a palavra capoeira, mas aí ganhamos. Ganhamos por unanimidade que podia usar a palavra capoeira. Aí o Tim veio e falou pra mim assim : -"Quem manda no evento sou eu." Vocês não vão participar. E eu retratei isso aos atletas das oito cidades fora aí tinha público, tinha torcida, retratei que a gente não ia participar porque constava a palavra capoeira. Aí em determinado momento houve um tumulto, houve uma invasão de quadra, mas não entre os atletas, houve da torcida. A torcida não achou justo e entrou na quadra, mais quebraram cadeira, quebraram cadeira, mas não bateram em ninguém. Não houve agressão, inclusive eu fui pra delegacia e fiz um BO contra a Federação, não foi contra agressão. E o BO que foi instalado lá foi contra a Federação Paulista de Capoeira do Tim. E nós fomos a delegacia porque a depredação houve, quebrou cadeira, então nós fomos a delegacia resolver esse negócio. Voltamos lá no ginásio pra tentar ver o evento o Tim nem a gente entrar no ginásio. Aí eu movi um processo contra ele e ele me suspendeu dois anos dos jogos regionais e já ganhei, no tribunal desportivo, já vou participar dos próximos regionais, eu não retratei na internet porque não agredimos ninguém, porque a ordem não era essa a gente estava contra a palavra uma capoeira, a gente queria que existisse a palavra, mas a gente não tava brigando com ninguém, contra grupo, contra ninguém, simplesmente nós quebramos o que tinha que quebrar, as cadeiras, a organização do evento nós quebramos. Mas não houve agressão contra ninguém, contra arbitro, contra torcida, nada. Nós fomos pra delegacia retratar o que tinha acontecido no evento.

 

Capoeira Virtual - E esse quebra-quebra de material do evento houve um ressarcimento por parte do grupo ou não, alguém pagou esse material?

 

Mestre Rosa " Não, esse material não foi ressarcido pelo grupo porque nem poderia porque o grupo Baraúna não tem nada com isso, mas estava representando oito cidades, nós não fomos lá competir com o Baraúna, do Baraúna na realidade eram simplesmente os atletas nós fomos competir representando as cidades, a depredação houve mas na realidade foi a torcida que quebrou. Só que tinha torcida que não era do Baraúna, eram de outras cidades que foram desclassificadas. Na realidade o tumulto foi generalizado porque tinham vários grupos, que sofreram a mesma penalidade. Aí nos jogos abertos em Barretos, ele desclassificou nove cidades inclusive Barretos foi desclassificado, simplesmente por usar a palavra capoeira. Daí entrou na justiça comum também, com um processo contra o Tim, contra a federação, na desportiva já ganhei, agora estou esperando a comum.

 

Capoeira Virtual " Aproveitando o espaço, o que o Grupo Baraúna, o que o Mestre Rosa poderia falar sobre esse tipo de problemática que acontece, porque internet é muito fácil, né, a gente até joga capoeira na internet a gente debate, a gente conversa, mas é fácil julgar mal as pessoas. A gente passa uma vida inteira fazendo um nome e às vezes as pessoas ou mal informadas ou até mal intencionadas, inventam moda, acontece. O espaço está aberto deixa um olá pros leitores do Capoeira Virtual.

 

Mestre Rosa " Eu só quero dizer assim: Quando houve o incidente, até questionaram e falaram: -"Pô um Mestre, não devia nem ser Mestre, olha eu sou o Mestre Rosa de capoeira, o Baraúna já está em vários Países, está em vários Estados, mas é assim: nós somos capoeiristas e defendemos a palavra capoeira e a federação não defende isso. A federação é uma instituição falida, a confederação é uma instituição falida, seu Sérgio é uma pessoa também que eu tenho um processo contra ele, inclusive ele saiu da confederação está na FICA, mas é uma pessoa que não fez nada pra capoeira e eu digo mesmo é minha palavra, o Sérgio só enterrou a capoeira, como o Tim também está enterrando a capoeira. Eu não tenho nada contra a instituição e sim contra as pessoas. Eu sou contra o Sérgio porque ele enterrou a capoeira e seu Tim também. As regras ditadas pela federação e confederação, não condizem com o dia-a-dia do capoeirista. Isso não tem nada a ver com a capoeira. Eles montaram suas regras, e as suas particularidades que não condiz com a capoeira. Infelizmente eles deviam participar de roda de capoeira e pelo menos aprender um pouquinho de capoeira. Porque eles se intitulam Mestres, grandes Mestres, mas na realidade eu nunca vi em roda, pra falar a verdade o Seu Sérgio não sabe tocar berimbau. Eu falo isso aí porque ele não sabe que eu estava no evento feminino de capoeira quando ele chegou pra tocar, ele não sabia tocar. E ele é um presidente de uma confederação ele está na FICA, pelo menos tocar berimbau ele devia aprender. Isso eu estou falando eu registro, se ele quiser ir pra cartório, que ele fala assim que quando tiver alguma coisa contra a federação, é pra registrar em cartório, isso eu registro em cartório. Ele pode até aprender, mas ele não é capoeirista, infelizmente o Sérgio Vieira, ele não é capoeirista e não devia fazer parte de nenhuma instituição.


 


E-mails, críticas , sugestões e envio de material: capoeirafabinho@terra.com.br



  Mais notícias da seção No.13 no caderno CAPOEIRA VIRTUAL
07/12/2004 - No.13 - CV-3º CD de Mestre Jerônimo: Buxada de BuLxiti. De tudo um pouco...
Fabinho & Crítica ao CD "Buxada de BulXiti"...
07/12/2004 - No.13 - CV-Em que canto ficou o fundamento
Uma crítica por Fabinho, Porto Alegre...
07/12/2004 - No.13 - CV-Entrevista com Mestres Bigodinho e Boca Rica
Entrevista realizada com exclusividade pelo Capoeira Virtual, em 09 de maio de 2003. Material está arquivado no acervo do Grupo Pesquisa e Fundamento ...
07/12/2004 - No.13 - CV-Editorial 13
Confira o editorial do Capoeira Virtual editado pelo Contramestre Fabinho, Porto Alegre...



Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS