| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do CAPOEIRA
Desde: 28/10/2004      Publicadas: 1050      Atualização: 18/06/2006

Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS


 CRÔNICAS

  30/10/2005
  1 comentário(s)


Mestres Bimba, Leopoldina, Edinho, Agostinho dos Santos e Dom Um Romão

Crônica por Mestre André Lacé, versando sobre os mestres citados acima, e navegando um pouco no "mundo do cinema da capoeira", ou melhor dizendo, sobre os documentários antigos e recém-lançados sobre nossa arte

Mestres Bimba, Leopoldina, Edinho, Agostinho dos Santos e Dom Um Romão capoeira

Jornal do Capoeira www.capoeira.jex.com.br

Edição 47: 30 de Outubro à 05 de Novembro  de 2005

 

 André Luiz Lacé Lopes

Em Homenagem ao Mestre Jornalista Roberto Moura

Estou com um pé no avião, rumo mais uma vez a Paris. Desta vez para lançar a versão francesa do meu cordel - L`Art de la Capoeira à Rio de Janeiro, au Brésil et dans le Monde. Recebo convite para assistir o novo filme do cineasta carioca Luiz Fernando Goulart. Excelente profissional, excelente figura humana, em estado de graça com seu documentário Mestre Bimba, A Capoeira Iluminada.

Sem dúvida filme imperdível para o público em geral e, em particular, para todo capoeira-pesquisador, da mesma forma que alguns outros já feitos e outros, não por coincidência, em andamento. Dos pioneiros, no Brasil, é dever citar o documentário de Jair Moura - Dança da Guerra (1968), cujo nome, que merece boa reflexão, pode ter sido inspirado pela histórica litografia de Rugendas (1872), Danse de la Guerre. Há coisa de alguns anos tivemos o documentário de Antonio Carlos Muricy - Pastinha, Uma Vida pela Capoeira. E, recentemente, o filme sobre Mestre Leopoldina, velho conhecido, com quem tive a oportunidade de fazer algumas exibições em passado longínquo.

Em andamento temos dois curtas no forno, um, produção inglesa, sobre a Vida e Obra de Mestre Russo de Caxias, e outro, produção francesa, sobre Vale-Tudo e Capoeiragem no Rio de Janeiro. Quem poderia adivinhar este progresso quando o primeiro Código Penal colocou o Capoeira ao lado do vadio!?

De todos esses grandes mestres, pesquisadores e cineastas, de quem melhor posso falar, por motivos óbvios, é o carioca, hoje em dia cidadão do mundo, Demerval Lopes, mais conhecido como mestre Leopoldina. É sobre ele a crônica de hoje, que é justo ressaltar, foi escrita para o Jornal do Capoeira, do capoeira-editor Miltinho Astronauta, e que encontra-se também publicada na revista Forum Virtual.

Parte da minha vida, praticamente, morei na então famosa Rua Miguel Lemos. A rigor, quase na esquina, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana 1003. No mesmo prédio morava o grande Edinho, homem chave do internacionalmente famoso Trio Iraquitan (formação inicial, 1950/1965: Edinho - Edson Reis de França - no violão; Paulo Gilvan Duarte Bezerril no afochê; e Joãozinho - João Manoel de Araújo Costa Netto - no tantã).

Desta época, em função do Edinho, guardo duas excelentes lembranças. A primeira quando, esbarrando pela madrugada, Edinho convidou-me para um churrasco de peixe, na colônia do Posto 6, aonde era diretor musical de um arremedo de escola de samba que tinha por lá. No caminho, Edinho encontrou e arrastou, também e simplesmente, aquele que muitos consideram o maior dos cantores de samba: Ciro Monteiro, o Formigão! Sambista de primeira, difícil de saber quem ganharia num imaginário confronto de caixa de fósforo, ele ou Elton Medeiros.

Fim de noite, o dia raiando, alguns pescadores ainda chegando do mar, boa cachaça, peixada e um pagode de primeira. Fiquei devendo esta ao Edinho, grande músico, grande sujeito, torturado - só mais tarde se soube - por alguns desencontros da vida.

A segunda lembrança foi na casa do Edinho, muito embora ele estivesse em viagem de trabalho. Estive lá com Leopoldina, atendendo convite de sua mulher, para mostrar alguma coisa da Capoeira para o grande Agostinho dos Santos. Não é todo dia que um simples mortal pode chegar perto de tais monstros sagrados da música popular brasileira (fotos).

André Luiz Lacé e Dermerval Lopes
(Leopoldina) na casa do Edinho (trio Iraquitan),
tocando berimbau e jogando capoeira
para Agostinho dos Santos.
Copacabana, RIO - 1964.

Ainda nesta época, atendendo pedido do extraordinário e já saudoso Dom Um Romão (foto), levei o Leopoldina ao famoso Beco das Garrafas, na Rua Duvivier, em Copacabana. Uma época e um local de ouro, com várias alternativas extraordinárias de fim de noite - Ma Griffe, Bacará, Little Club e o próprio Bottle's, apesar das reclamações que inspiraram o nome da última casa. Leopoldina fez sucesso, lá voltou várias vezes, chegando até a jogar capoeira na calçada (o que, certamente, fez reacender a prática que deu nome ao Bottle`s...)

Mais adiante foi a vez do Leopoldina. Um belo dia apareceu lá em casa. Com uma novidade e um convite: sair na famosa Escola de Samba da Mangueira.  Saí duas vezes, Leopoldina saiu várias, sempre com muito sucesso.

Também muito sucesso fez na casa da jornalista-escritora Carmem Nícias de Lemoine. Tanto assim, que acabou participando da noite de autógrafo do seu livro "Tradições da Cidade do Rio de Janeiro - do Século 16 ao 19", onde, com toda razão, é citado (página 228).

O tempo passou um pouco mais, surgiu o grupo Senzala e com ele Leopoldina fez, salvo engano, suas primeiras viagens. Tenho ainda a carta que enviou de Los Angeles, cujo texto ainda merecerá uma análise sociológica.

Marcante, também, foi uma demonstração do Mestre Artur Emídio de Oliveira, no Vasco da Gama. Como generosamente sempre fazia, Artur convidou vários outros mestres para participar do evento. O Jornal do Brasil compareceu e publicou matéria de uma página: Capoeira renasce no Rio com suas tradições. Ilustrando a matéria, duas grandes fotos, numa delas, a legenda: André Luiz Lacé executa um rolê à perfeição do qual Leopoldina procura se esquivar... .Jornal do Brasil, 22 de dezembro de l963.

Bons tempos que não voltam mais...

Depois disto, pouco vi o Seu Demerval Lopes, uma vez, por acaso, no histórico bairro da Gambôa, e um outro, na sua própria casa, em Jacarepaguá, onde a Dra. Arly Lacé tentou ajudá-lo no registro de posse. Mas, por terceiros, vez por outra, fico sabendo do seu sucesso no mundo.

Matthias Assunção, autor do livro Capoeira - the History of na Afro-Brazilian Martial Art, acaba de telefonar para elogiar e agradecer cópia de um dos CDs que ainda guardo, com algumas gravações do meu antiqüíssimo programa Volta do Mundo da Capoeira (Rádio Roquette Pinto, Rio de Janeiro). Falou da sua viagem ao Maranhão, onde já viveu e professorou e voltará a professorar, e do filme do mestre Leopoldina acima mencionado, que também voltará a passar em circuito especial.  Não será ainda desta vez que poderei assistir  este filme, mas a notícia transformou-se numa espécie de pingo d"água (a rigor não precisava tanto) para escrever as linhas acima.

Serviu também para despertar uma curiosidade: será que o Agostinho dos Santos, Edinho, Dom Um Romão, Carmem Lemoine, Mangueira e o velho Artur Emídio são mencionados no filme do Leopoldina?

Acredito que não, até porque a vida do Leopoldina tornou-se muita rica para caber em um só filme. Da Resistência do Cais do Porto, para a Resistência (posição defensiva da capoeira) Cultural numa "vorta do mundo" constante.



  Mais notícias da seção André Lacé no caderno CRÔNICAS
21/05/2006 - André Lacé - Almoço com Mestre Artur Emídio
Crônica por Mestre André Lacé em homenagem ao Grande Mestre Artur Emídio de Oliveira...
07/05/2006 - André Lacé - Missouri, Madrid, Rio: Capoeiragem!
Grupo de pesquisadores e alunos da Universidade de Saint Louis - campus Espanha - visita o Brasil. Estão previstos Debate, Palestra e Roda de Capoeira no Circo Voador - Capoeira Raiz no Quilombo do Arerê ...
29/04/2006 - André Lacé - Mandinga & Zé Pilintra & Duende
Crônica de André Lacé, cujo título alternativo poderia ser algo como Nova York, Rio e Madrid...
19/03/2006 - André Lacé - Festival de Cordas, Cordéis, Cordões e Fitas
Artigo publicado originalmente no Jornal A Notícia, por Juca Reis, codinome assumido por André Luiz Lacé Lopes, quando assinava a coluna Roda de Capoeira daquele jornal....
12/03/2006 - André Lacé - CAPOEIRA E VINHOS "GLOBALIZADOS"
Nesta crônica o autor faz uma análise sobre os processos de "globalização" da Capoeira e do Vinho, apresentando semelhanças entre a pressão de mercado e a qualidade de ambos "produtos"...
05/03/2006 - André Lacé - Mestre Rui Henrique & I.U.N.A.
- Carta ao Departamento Cultural (1989) -...
01/03/2006 - André Lacé - Bala Perdida 2005 & Capoeira 2006
Crônica por Mestre André Lacé, em homenagem ao Mestre Fanho e com algumas reflexões sobre o processo da institucionalização da Capoeira...
19/02/2006 - André Lacé - Capoeira em Aracaju, a Cidade Luz
Crônica por André Luiz Lacé Lopes sobre a Capoeira em Aracaju, Projeto "Centro de Memória da Capoeira", Atlas da Capoeira em Sergipe e pesquisa "Capoeira e Cartunismo"...
29/01/2006 - André Lacé - Juca Reis mulherengo e a Mulher Africana
Crônica de Mestre André Luiz Locé Lopes, versando sobre Juca Reis, com transcrição de um artigo publicado em jornal de 1890...
22/01/2006 - André Lacé - A Mulher na Capoeira
Crônica de André Lacé, publicada originalmente no Jornal dos Sports (1996), e que selecionamos para nosso Jornal do Capoeira como homenagem especial à Mulher Capoeirista...
15/01/2006 - André Lacé - Capoeiragem 2006 - Parte final
Roda de Samba no Bip Bip, Lúcio Sanfilippo, Morana (Saravando!) e "Candombe" de Carlos Vilaró...
15/01/2006 - André Lacé - CAPOEIRA NAS ELEIÇÕES GOVERNAMENTAIS
Crônica de Mestre André Lacé sobre tema muito oportuno para este ano de 2006: A participação da Capoeira e dos Capoeiras na política e nas eleições...
08/01/2006 - André Lacé - CAPOEIRAGEM 2006
Crônica de boas vindas à 2006 e à nosso Jornal do Capoeira, no qual o autor - André Lacé - faz breve prognóstico para o ano sócio-capoeirístico que se inicia....
04/12/2005 - André Lacé - Capoeira, Perfil do Presidente Ideal
Nesta crônica o autor, André Lacé, faz análise do que seria um "Presidente" ideal para nossa Capoeira, sem deixar, é claro, de fazer algumas considerações sobre projetos prioritários para nossa arte, como o Atlas da Capoeira...
27/11/2005 - André Lacé - Vinicius e o Hino da Capoeira no Mundo
Inspirado no filme VINÍCIUS (de Moraes), o autor sugere a música Berimbau como o Hino da Capoeira...
10/11/2005 - André Lacé - Mestre Zuma Burlamaqui e o Cordel
Nesta crônica o autor aborda o hábito comum de "inspirar-se" em outras obras, inclusive capoeirísticas, mas que as vezes esquecem-se de citar ou dar os devidos créditos "à fonte inspiradora" (ou matriz)....
06/11/2005 - André Lacé - Mestre TAP Executivo em Paris
Crônica de Mestre André Lacé sobre sua viagem recente à Paris - que incluiu Capoeira, é claro! -, e que traz algumas informações à respeito de um Curta Metragem francês sobre Vale-tudo e Capoeira...
04/09/2005 - André Lacé - Capoeira :: VALE TUDO, MESTRE HULK E A TGA
Crônica de Mestre André Luiz Lacé Lopes sobre Vale Tudo, Capoeira e Mestre Hulk, com algumas considerações sobre a Teoria Geral da Administração na Capoeira....
28/08/2005 - André Lacé - CAPOEIRA LUTA - DEBATE ABERTO E FRANCO
Crônica por Andre Luiz Lacé Lopes, tendo-se como foco a Capoeira Luta. Afinal, a Capoeira é ou não uma luta/arte marcial?...
25/08/2005 - André Lacé - RODA DE CAPOEIRA NAS BIBLIOTECAS
Crônica capoeirística por André Luiz Lacé Lopes, mestre em Administração pela Syracuse University, Nova Iorque, e de Capoeira - estilo Sinhozinho. Nesta crônica o autor escreve sobre os lançamentos recentes de livros sobre Capoeira, passeando um pouco sobre a literatura clássica de nossa arte...
16/08/2005 - André Lacé - Capoeiragem & Negritude - Do Blue Note ao Uncle Tom
Crônica por Mestre André Luiz Lacé Lopes para a edição especial do Jornal do Capoeira: CAPOEIRA & NEGRITUDE....
07/08/2005 - André Lacé - VALE-TUDO & CAPOEIRAGEM & RIO DE JANEIRO
Artigo sobre equipe francesa que está fazendo um curta-metragem sobre Capoeiragem, Vale-Tudo e Jiu-Jitsu no Rio de Janeiro. A equipe aproveitou para entrevistar os Mestres André Lacé, Rudolf Hermanny e João Alberto Barreto, além de fazer um "tour" pela Capoeira carioca....
02/08/2005 - André Lacé - CAPOEIRA ITÁLIA & BRASIL
Artigo de André Luiz Lacé Lopes, falando sobre a Capoeira na Itália e no Brasil: Federação Italiana de Capoeira; Mestre Coruja; Consulado Geral da Itália no Brasil e Mestre Pinatti...
25/07/2005 - André Lacé - Capoeira & Religião
Nesta crônica o autor chama a atenção do leitor para o atual quadro capoeirístico-religioso de nossa arte...
12/07/2005 - André Lacé - NAÇÕES@TRANSPARÊNCIA.com.BR
Nesta crônica, publicada originalmente em 1997, e que continua fazendo sentido nos dias de hoje, o autor André Lacé faz uma análise da relação entre o Futebol e a Capoeiragem, tendo-se como pano de fundo a "Cartolagem"....
03/07/2005 - André Lacé - Capoeira Livre Versus Avião Tumbeiro
Nesta Crônica o autor estabelece um paralelo entre os "navios tumbeiros" e o que ele chama de "aviões tumbeiros", onde alguns grupos tentam, a qualquer preço - ou melhor dizendo Custo -, tomar conta da Capoeira....
26/06/2005 - André Lacé - Olaria, RIO: Mestre Vilmar na Volta do Mundo
Nesta crônica o autor André Luiz Lacé escreve sobre Mestre Vilmar, Capoeira "das antigas" do Rio de Janeiro, contando sobre os trabalhos atuais do referido mestre....



Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS