| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do CAPOEIRA
Desde: 28/10/2004      Publicadas: 1050      Atualização: 18/06/2006

Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS


 CRÔNICAS

  10/03/2006
  0 comentário(s)


POR QUE ZUMBI VAI PARA PALMARES?

Crônica por André Pêssego sobre o Zumbi dos Palmares, Abdias Nascimento, Capoeira e Teatro

POR QUE ZUMBI VAI PARA PALMARES? Coquinho Baiano

Jornal do Capoeira - www.capoeira.jex.com.br

Edição 64 - de 12 a 18/Mar de 2006

 

André Pêssego

São Paulo, Capital

 - Março de 2006 -

"Não ter uma posição política justa, disse

alguém, é como não ter alma, não a separo pois do

trabalho que vai se ler" - Gal. Nelson Werneck Sodré.

 

...1808 - Vinda da Família Real para o Brasil, inicia a doutrina de desafricanização

    do Brasil.

...1888 - Assinada a "Lei Áurea" - E ao negro nada, muito menos a terra!.

...1889 - Proclamada a República - a Doutrina Militar incorpora a eugenia.

 

...1655, Nasce Zumbi, em Palmares, meses depois é levado para Porto Calvo... projetado para ser padre ou embaixador. Só não podia ter terra, nem ser militar. Terra "tem a marca da liberdade", dita a Corôa. ....depois...

 

Início dos anos 1940, a II Grande Guerra caminha, imprevisível. Há uma ebulição cultural também. No Brasil, "o momento cultural cientificista" (Nina Ribeiro) dá lugar ao estudo setorial. ... Historiadores começam a pesquisar Palmares. Também, a dificuldade nas importações dá um quê de alento ao Teatro. A juventude se envolve politicamente; em São Paulo, 1941, um jovem advogado negro, é detido, protestando. Levado ao Carandiru; ali, junto de tantos miseráveis, pensou - como salvá-los? - Pelo teatro, projetou! Teatro do Carandiru!

 

...1622 - É batizado na França, Jean Baptista Poqueline, o MOLIÈRE,...; Molière vem a conhecer os Teatros de Céu Aberto, na África, ou Haiti. Toma ciência dos Tribunais do Santo Ofício, ... toma uma posição ante o Mundo: vira autor, ator... empresário, cria uma companhia... Medra a doutrina militar francesa e européia - medra o poder de estado.

...1941, o mesmo brasileiro, negro, agora jornalista, viaja pela América Latina. Numa capital, Lima (?), vai ao teatro assistir a "Emperor Jones"... Felicidade para ABDIAS NASCIMENTO, - um negro no papel principal. Engano - o negro era pintado! Um branco pintado de preto, parecendo filme de terror: a boca como a de um defunto que formigas comeram os lábios; dos olhos - as pálpebras escarnadas. ABDIAS, ali - diante do "imperador", figura disforme, agredindo a todos os negros do mundo - mesmo que não fosse, viu-se negro. Negro-político: tem pressa, agir logo - vira ator, autor, produtor - ( poderá nos contar, o patriarca ).

...1669 (?), Pernambuco, chegam os "padres novos" impedidos (e a impedir) de fazer as colocações do sr. Molière, (proibido na igreja desde 1654). Duas ameaças ao catolicismo:  a) o celibato ameaçado pela beleza das mulheres miscigenadas da América, (ah!!! E as nascidas em Palmares?); b) a unicidade do bem, ameaçada pela dualidade - "bem/ mal", levantada pelo Sr. Molière. Os "padres novos" encontram em Zumbi ouvinte atencioso e interessado, às vezes audacioso.

...1944 - Abdias Nascimento cria o TEN - Teatro Experimental do Negro - acabar com o negro pintado. O negro pintado, "pintou" em dois momentos do teatro brasileiro, a) da Colônia ao Império, o negro era pintado de branco, arte em geral - coisa de "gente baixa", coisa de negro; b) nas margens e pós República, o branco era pintado de preto, - "sem o negro a coisa não anda, não tem graça, não tem arte". O TEN é recebido com entusiasmo pela juventude, pelo estudante - UNE e afins - todos juntos, adultos e jovens - juntos, como em Palmares - todos ali , no TEN, na UNE, ...

Nota do Editor: Mestre Cosmo (Piracicaba, SP) sempre me comentava sobre um filme nacional, que contou com a participação de um mestre de capoeira, talvez encenando até Palmares ou Cordão de Ouro, que tinha também a pele branca, e que, talvez por exigência dos "cineastas", teve seu corpo pintado de preto.

...1670 - Zumbi vai à escola. 15 anos, rapazola - bonito, faceiro, pacholento o futuro padre... o abismo - "... quem já se viu... filha mulher na escola, negro na escola, é isto que dá.." - "neto negro! genro negro! que vão dizer de mim?!" A terra partida ao meio; grota enorme, funda demais o abismo; fundo, sem fim... Como? Omulu dissera que tudo era redondo; redondo como seus olhos; redondo como na dança da zebra são os riscos que as pernas de seus meninos fazem no ar... Na América, se enganara Omulu, aqui a terra se abre para separar. Na América, o ngolo não pode, não deixam; no Brasil, o semba não deixam; só no Quilombo de Palmares....

-          "Francisco demonstra engenho jamais imaginável na raça negra e que bem poucas vezes encontrei em brancos". E, ... "aos 10 anos conhecia todo o latim que é mister e crescia em português e latim muito a contento", Pe. Antonio Melo, já em Portugal, em cartas a amigos, rememorando, pedindo "notícias do meu Francisco". Notícias de Palmares, da guerra; mais uma guerra para matar negros no Mundo.. "Meu Deus!..."

 

...1944 - Abdias Nascimento, o TEN - fim do negro pintado. Não há um repertório negro, o que tem é do antigo teatro de costumes .... O TEN é inaugurado com o mesmo "Imperor Jones", agora interpretado pelo  próprio Abdias. Os intelectuais abraçam à causa, criam repertório vasto - artes cênicas: nacional!... Porém, como projetou a Doutrina do Estado - ao TEN faltou seu próprio alvo: uma platéia negra. A República impôs ao negro as duas maiores perdas: 1) tirou-lhe o teatro e 2) não lhe deu a TERRA.

 

       

 

...1964, as Forças Armadas retoma o projeto eugenístico: cala a juventude; o concurso público; o Estatuto da Terra - só com o branco grila o Brasil - da Amazônia ao Centro Oeste, - e, ao negro não coube um único palmo de Terra; - "a purificação da raça, pela ocupação dos espaços".

...1670 - Zumbi, da Doutrina de Estado, como da Doutrina da Igreja, sabia o suficiente para não pensar, jamais, em solução pelas armas. Ele próprio - o pavor da nobreza "às leituras".... Em Palmares: abrir escolas, ensinar a ler, a escrever; a todos, às mulheres também; todos grandes e pequenos. Pra ir mais ligeiro, 'Teatro-Escola', nas salas, nos terreiros, nas roças. ... "Em 1680/85 havia mais gente sabendo a ler em Palmares que em toda a Colônia". Teatro-Escola, copia-lhe o Brasil, 280 anos após, com os SENAIS. Única ação que não discriminou ao negro, até na globalização. Hoje discrimina.

...1966-78 o TEN se esvai asfixiado pela Doutrina Militar Brasileira.

 

 

Abdias Nascimento e Cacilda Becker, em cena de "Othelo" de

Shakespeare, no 2º aniversário do TEN, Rio, 1946

                

                Aos caros leitores deixo uma mensagem: Zumbi, como Abdias não medrou, cada um, em seu tempo, a Doutrina Militar Brasileira.

 

Tarefa pra Capoeira, "Quem nunca viu venha, capoeira..."

 


2006 - Ano Internacional da Mulher Capoeirista no Jornal do Capoeira

  Web site: www.abdias.com.br


  Mais notícias da seção Na Roda com Zumbi no caderno CRÔNICAS
30/04/2006 - Na Roda com Zumbi - Nota do Leitor
Sobre a crônica "Por que Nassau Não Atacou a Palmares?"...
01/04/2006 - Na Roda com Zumbi - Quilombo, O Estado Já o Reconhece
Este artigo faz parte do projeto "Palmares, Um Projeto de Nação" ...
19/03/2006 - Na Roda com Zumbi - O Filho Único, o Gato, os Pais, a Capoeira
"A Capoeira é um dos últimos lugares da Terra em que criança não atrapalha"...
26/02/2006 - Na Roda com Zumbi - Rainha Nzinga e a Primeira Dama
Nesta crônica o autor faz breve introdução sobre questões pertinentes à definição de Quilombos, e arremata a crônica sobre "Os Silvas, As Silvas", homenageando duas Mulheres Lindas: NZINGA MBANDI & MARISA LETÍCIA DA SILVA ...



Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS