| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do CAPOEIRA
Desde: 28/10/2004      Publicadas: 1050      Atualização: 18/06/2006

Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS


 NOTÍCIAS

  12/03/2006
  1 comentário(s)


Sorocaba :: Feitiços da Vila & Pernada de Sorocaba

Sobre o documentário PERNADA EM SOROCABA - capoeira primitiva do interior paulista -, que foi exibido durante todo o mês de Fevereiro de 2006 pela TVCOM, canal 7, NET - Programa Memória Viva

Sorocaba :: Feitiços da Vila & Pernada de Sorocaba Coquinho Baiano

Jornal do Capoeira - www.capoeira.jex.com.br

Edição 64 - de 12 a 18/Mar de 2006

 

José Carlos de Campos Sobrinho*

Sorocaba-SP, Fevereiro de 2006

 

Fiquei orgulhoso do pessoal da Vila.

 

Primeiro, foi de ver a foto do Biruca no jornal recebendo o título de Cidadão Emérito, ele que foi muito mais que isso naquele pedaço da cidade, despontando como o grande comandante do Expedicionários, um misto de cartola, treinador, juiz e goleiro, além de lutador de box e da vida.

Depois, foi de assistir, no programa Memória Viva, o belo documentário "Pernada em Sorocaba - Ginga pela arte, ginga pela sobrevivência", produzido pelo Joelson Ferreira. Eu não fazia idéia de que ali na Vila tinha passado tão perto da tiririca, como é conhecida a pernada. No vídeo, revi, com saudades, D. Cida, que comenta sobre alguns capoeiristas negros, e meu velho amigo Luizão, bom de pernada, passista dos Carnavais de outrora, e beque central do meu time.

Fiquei feliz com esses reencontros e pensei: espera aí, mesmo sem vela e sem vintém, a Vila está com tudo. Pode não ser aquela de Noel, mas, também, tem seu nome de princesa. Como bem cantam Dias da Rosa e Toninho Pereira de Paula "Isabel que me perdoe" mas "de Amélia são meus amores".  

Noite dessas, fui arrebatado, num sonho, para as festas juninas da D. Cida, que se misturavam à lavagem de Cosme e Damião no "Riozinho" Itabaca, com o povo todo em procissão, e vi, claramente, um dream team brotando como milagre do gramado do surrado campinho da minha meninice: e lá vinha uma seleção do Expedicionários do Biruca, do juvenil do Binho, do La Bamba do Paulo Manolo e Nininho, do Jabaquara do Dande, numa profusão de craques nunca vista nem em Copa do Mundo. O alto-falante anunciava a escalação oficial: Borracha, Loira e Chiru; Jessé, Pires e Baiano; Brandãozinho, Hertz, Tuim e Marinho. Faltava um pra completar os onze...

Esse era eu: modéstia à parte, meus senhores, eu sou da Vila. Amélia, é claro.

        Nota: Este artigo foi publicado no Jornal Bom Dia Sorocaba, de 16 de fevereiro de 2006. José Carlos Sobrinho é Médico, psicoterapeuta corporal e escritor.

 

 


2006 - Ano Internacional da Mulher Capoeirista no Jornal do Capoeira






Capa |  CAPOEIRA VIRTUAL  |  CRÔNICAS  |  EVENTOS  |  LIT.CLÁSSICA  |  NOTÍCIAS
Busca em

  
1050 Notícias